O volume de verba paga a empresas prestadoras de serviços no setor de saúde de Alagoinhas, no agreste baiano, tem chamado a atenção do Tribunal de Contas da União (TCU). Segundo o A Tarde desta sexta-feira (4), as prestadoras já receberam quase R$ 13,2 milhões, entre 2017 e 2019.

Só neste ano, uma das companhias ganhou R$ 3,8 milhões. Ainda segundo nota, a relação entre a prefeitura, a empresa e os valores repassados já passaram por análise do mesmo TCU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here