Domingo, em seu sexto jogo pelo Flamengo, Gabigol marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra. Passada essa “quebra de gelo”, a expectativa é de que o atacante, contratado para ser a solução da camisa 9, consiga balançar a rede com mais frequência e melhore seus números. No ano passado, pelo Santos, ele foi o artilheiro do Brasileiro com 18 gols.

Melhores momentos de Flamengo 4 x 1 Americano pela 1ª rodada da Taça Rio 2019

Melhores momentos de Flamengo 4 x 1 Americano pela 1ª rodada da Taça Rio 2019

Gabigol desencanta em um momento importante, em que precisa se afirmar como o centroavante da equipe, que não tem mais Dourado, mas conta com Uribe, sempre elogiado por Abel Braga.

– O gol ia sair naturalmente. Venho trabalhando bem, me esforçando e jogando bem. Graças a Deus, já passei por essa fase de não fazer gols, mas o que me deixa supercontente é que tenho evoluído e jogado bem. Sabia que em algum momento o gol ia sair, até porque o nosso time tem muita qualidade. Eles iam propor para mim chances de fazer gols, e ele ia sair – afirmou o atacante.

A vontade de Gabigol de comemorar seu primeiro gol pelo Flamengo, misturada com as frustrações de ter passado perto diversas vezes, transformavam a atitude do jogador em campo. Ficou claro que o nervosismo o fez ter escolhas erradas em algumas jogadas.

– Não tem como… era complicado para o artilheiro do último Brasileiro ficar sem marcar. Isso ajuda. Tira o peso – afirmou Abel Braga.

Apesar desta análise do próprio treinador, Gabigol disse que estava tranquilo e confiante de que mais cedo ou mais tarde seu faro de artilheiro falaria mais alto.

– Sempre tive números altos de gols por ano. Então, não tenho motivo para me apavorar. É uma coisa que sei fazer, que treino bastante para fazer. Não tenho por que ficar ansioso. Obviamente que isso vem mais da torcida, que queria comemorar o meu primeiro gol, mas eu estava muito tranquilo. Meus companheiros me deixaram super tranquilo – finalizou.

O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira, às 21h, em Volta Redonda, para enfrentar a Portuguesa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here