Contatos Configurações

Boca Junior campeão matense 2019: “Eu já falei,vou repetir, é o Boca Junior que manda aqui”

Barra de ferramentas da aplicação

Voltar Criar email  Responder Responder a todos Encaminhar Excluir Mover Imprimir Arquivo  

Seleção de pastas de e-mail

 

 

Navegação das mensagens

Mensagem 14 de 15 Anterior Próximo

change-formatchange-format

Assunto:Boca Junior campeão matense 2019: “Eu já falei,vou repetir, é o Boca Junior que manda aqui”

De Prefeitura de Mata de São João
Para yordanbosco@gmail.com
Cópia Oculta (Cco) jornalismo@girometropolitano.com.br
Data Seg. 11:26

Anexos

Corpo da Mensagem

Boca Junior campeão matense 2019: “Eu já falei,

vou repetir, é o Boca Junior que manda aqui”

 

Após empate de 1×1 no tempo normal e vitória por 5×4 nas disputas de pênalti, o Boca Junior supera Cruzeiro e é campeão matense da Sede de 2019

Mata de São João, 16 de dezembro de 2019 – O Jogo foi bastante equilibrado, assim como toda competição. Mas, após o empate de 1×1 no tempo normal, o Boca Junior venceu o Cruzeiro por 5×4 nas disputas de pênalti e consagrou-se campeão matense de futebol (da Sede) de 2019. A decisão aconteceu na manhã de domingo (15), no estádio Cândido Soares, no Amado Bahia.

O título inédito rendeu uma premiação em dinheiro de R$ 7,6 mil e muita comemoração no campo e nas arquibancadas. O Cruzeiro abriu o placar logo aos 3 minutos da etapa final. Joedson chutou com estilo de fora da área, com a perna esquerda, e acertou o ângulo do goleiro Anderson. Aos 37, foi a vez do Boca Junior empatar, com um chute colocado de Geovane, da entrada da área.

O primeiro tempo teve um domínio do Cruzeiro, sobretudo nos contra-ataques. O atacante Ícaro, que perdeu pelo menos três chances muito claras, travou um grande duelo contra o goleiro Rangel, do Boca. Melhor para o goleirão, que fez uma defesa milagrosa na metade do segundo tempo, quando o atacante ficou cara a cara e tentou dar um toquinho por cima. Rangel salvou com a ponta do pé esquerdo.

Ousadia – O técnico José Valdir atribuiu o triunfo à coragem da equipe. “Lutamos muito para chegar até aqui. Fomos ousados de fazer as substituições na hora certa e ir pra cima. Estávamos tomando de 1×0 e não tínhamos nada a perder. E deu certo. Agora, é só festa, é comemorar”, celebra o treinador.

Pênaltis – O Boca sacramentou o título quando, nas primeiras cobranças alternadas dos pênaltis, Fernando desperdiçou, chutando por cima da trave. Rangel tinha feito uma defesa e Adelson, do Boca Junior, tinha colocado a bola pra fora.

“Foi muita luta, muita superação. Graças a Deus fomos coroados. Esse título é de todos. Todos se esforçaram. Vamos comemorar muito”, disse o goleiro Rangel, sem dúvida o maior personagem da decisão.

Organização – “Foi um campeonato incrível. As equipes se dedicaram, lutaram e jogaram limpo. Fizeram uma linda festa nesses cerca de três meses. São coisas que só o esporte bem praticado consegue proporcionar”, comemora o secretário Municipal de Esportes, Neném de Dadinho.

“Conseguimos aumentar a premiação, o que é muito importante para as equipes se organizarem. Foi campeonato de alto nível, equilibrado até o fim e, em nome de toda a equipe de Esportes da Prefeitura de Mata de São João, parabenizamos não só o Boca Junior e o Cruzeiro, mas às 12 equipes que disputaram o certame”, celebra o secretário Municipal de Esportes, Neném de Dadinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here