O braço direito de Val Bandeira, fundador e líder de uma facção, morreu, nesta segunda-feira, 25, durante um confronto com a polícia no Areal. Claudemir Gomes Conceição, o “Mizinho”, de 29, estava com mais dois comparsas.

O trio trocou tiros com os policiais da Rondesp e foram baleados. Inicialmente, os dois parceiros de Claudemir deram entrada no Hospital Geral do Estado (HGE), mas não resistiram. Cerca de uma hora depois, Claudemir foi levado para o hospital, onde também faleceu.

A polícia apreendeu com eles duas pistolas, uma delas fabricada na China, modelo NP22, calibre 9mm (uso exclusivo das Forças Armadas e Polícia Federal), rádio comunicador, cerca de 100 porções de maconha e cocaína, entre outros materiais.

Val Bandeira

Recentemente, Val Bandeira, que está preso, foi alvo de uma operação da polícia. Ele está detido há 14 anos por tráfico de drogas e deixaria a presídio, mas foi impedido por conta de um novo mandado de prisão. Um revista localizou drogas na cela dele. Além disso, a polícia afirma que ele comandava o tráfico de dentro do presídio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here