Fundação Cultural do Estado da Bahia, através do Núcleo de Artes Circenses, realizará três exibições do filme documentário Minha Avó era Palhaço, de Mariana Gabriel e Ana Paula Minehira. O filme conta a história da primeira palhaça negra do Brasil, Maria Eliza Alves dos Reis, “o” Palhaço Xamego – a grande atração do Circo Guarany na década de 40.

Nesta sexta-feira (7), às 14h, o Museu Eugênio Teixeira Leal, no Pelourinho, terá exibição gratuita e aberta ao público do documentário. No sábado, 8 de junho, às 9h, será a vez da Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, localizada em Nazaré, realizar sessão aberta ao público.

Haverá exibição também na Sala Walter da Silveira, na sexta-feira, às 8h30, em sessão fechada para 200 estudantes do Colégio Estadual Senhor do Bonfim, localizado nos Barris.

Ao final de cada sessão, uma das diretoras do filme e neta de Maria Eliza, Mariana Gabriel, fará um bate-papo com os presentes sobre o filme.

“A Fundação Cultural através do seu Núcleo de Artes Circenses de 2015 para cá já, articulou inúmeras exibições na cidade, no intuito de visibilizar a história da primeira palhaça negra do Brasil, através deste documentário que é uma fonte de representatividade artística e cultural”, diz Vika Mennezes, coordenadora do Núcleo de Artes Circenses da Funceb.

Serviço:

Exibição do documentário Minha Avó Era Palhaço, de Mariana Gabriel c/ Roda de Conversa

Quando: 7 de junho, às 8h30, na Sala Walter da Silveira (fechado para alunos do Colégio Estadual Senhor do Bonfim)

7 de junho, às 14h, no Museu Eugênio Teixeira Leal (Rua do Açouguinho, nº 1, Pelourinho) – aberto ao público

8 de junho, às 9h, na Biblioteca Infantil Monteiro Lobato (Praça Conselheiro Almeida Couto, S/N – Nazaré)  – aberto ao público

Gratuito

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here