Em processo de interdição, a Escola Municipal Denise Tavares, localizada na Avenida Tupinambás (antiga Radial C), bairro da Gleba B, segue com obras de requalificação em toda sua estrutura física. Os trabalhos tiveram início em março de 2018 e por apresentar problemas estruturais precisou passar por uma análise minuciosa de um estruturalista.

De acordo com engenheiros da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), depois de passar por escavação de inspeção para ver as causas dos problemas estruturais, foi avaliado pelo estruturalista que a unidade de ensino não precisará ser demolida. O profissional responsável pela vistoria fez o diagnóstico e elaborou as soluções técnicas necessárias para que a obra fosse reiniciada. No entanto, diante do estado deteriorado em que se encontrava a unidade escolar, será preciso fazer uma reforma ampla, com previsão para ser concluída no primeiro semestre de 2020.

A Prefeitura de Camaçari informa que os cerca de 800 estudantes foram remanejados para unidades de ensino do próprio bairro, as escolas municipais Do Natal e Professora Maria José de Mattos da Conceição. A ideia é minimizar os transtornos causados e atender a jornada de carga horária mínima anual de 800 horas, distribuídas em no mínimo 200 dias de efetivo trabalho escolar, conforme estabelecida na Lei de Diretrizes e Bases (LDB) – nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

O prefeito Elinaldo Araujo está realizando, de forma planejada, obras de melhorias e requalificações nas escolas da sede e da Costa de Camaçari, para proporcionar um ambiente mais adequado para os quase 37 mil alunos da rede municipal de ensino. Isso porque ao assumir a gestão, em 2017, identificou que as unidades estavam sucateadas e representavam risco à segurança dos educandos, professores e demais servidores que atuavam no equipamento educacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here