A montadora de automóveis Ford anunciou, nesta segunda-feira (11/1), que vai fechar todas as fábricas no Brasil em 2021. A empresa informou que a filial em Camaçari, onde produz os modelos Ka e EcoSporte, terá as atividades interrompidas imediatamente, e que as unidades de Taubaté (SP) e Horizonte (CE) serão fechadas ao longo do ano.

Em comunicado, a empresa afirmou que a decisão faz parte da reestrutução global e do mercado sul-americano. “A Ford está presente há mais de um século na América do Sul e no Brasil e sabemos que essas são ações muito difíceis, mas necessárias, para a criação de um negócio saudável e sustentável. Estamos mudando para um modelo de negócios ágil e enxuto ao encerrar a produção no Brasil, atendendo nossos consumidores com alguns dos produtos mais empolgantes do nosso portfólio global”, explicou o presidente da Ford, Jim Farley.

A nota divulgada à imprensa também justifica que “a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”, são motivadores da decisão.

A companhia informou, ainda, que a produção de peças vai continuar por mais algum tempo, para garantir os componentes de reposição, já que os quatro modelos que eram fabricados no Brasil continuarão a serem vendidos, até quando durarem os estoques.

A operação brasileira ficará restrita à importação de modelos, vindos da China e Argentina, por exemplo. O Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e a sede regional, em São Paulo, também serão mantidos.

ALTERNATIVAS

Após o anúncio do fechamento das fábricas da Ford no Brasil, o governo da Bahia informou que já está buscando alternativas para substituir a empresa. A gestão também lamentou o encerramento da produção, que terá impactos socioeconômicos no estado, já que a companhia é uma importante geradora de emprego e renda.

O governo estadual anunciou que o governador Rui Costa (PT) entrou em contato com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) para discutir a formação de grupo de trabalho para avaliar possibilidades alternativas ao fechamento. Rui foi informado do fechamento durante reunião virtual com representantes da Ford, nesta segunda (11/1).

A gestão já entrou em contato com a Embaixada Chinesa para sondar possíveis investidores que tenham interesse em assumir o negócio na Bahia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here