Um homem morreu após ser atropelado por um ônibus próximo a Estação Lapa, na Avenida Vale do Tororó, na manhã desta segunda-feira (13). Segundo informações do Centro Integrado de Comunicação da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a vítima estava praticando assaltos no local e ao atravessar a rua, foi atropelado por um coletivo que fazia a linha Boa Vista do Lobato/Lapa.

De acordo com a Transalvador, o acidente aconteceu por volta das 10h20, na saída principal da estação, e não está interferindo no trânsito. A vítima foi identificada como Luís Antônio de Jesus dos Santos. Segundo testemunhas, ele teria começado a roubar pessoas nas imediações do terminal, despertando a atenção no local. “Duas pessoas tentaram pegar ele com uma barra que parecia de ferro ou de madeira. Queriam bater. Quando ele viu, começou a fugir e acabou indo parar na frente do ônibus. Só vimos o baque na lateral”, contou um homem que não quis se identificar.

“Populares passaram para gente que esse cidadão é costumeiro em praticar assaltos e hoje a população identificou ele e seguiu no intuito de afugentá-lo. Só que ele correu, fugindo, e, sem olhar, atravessou a rua e foi atropelado pelo coletivo”, afirmou o subtenente Reinaldo Oliveira, do 18º Batalhão da Policia Militar (Centro Histórico). Policiais informaram ao CORREIO que não foi encontrada arma com Luís.

Com ele, foram encontrados controles de DVD e de aparelhos eletrônicos (Foto: Evandro Veiga/CORREIO)

O delegado Líbio Braga, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), também disse que a vítima costuma furtar e roubar pedestres por ali. “O motorista ainda tentou evitar, mas não teve culpa, nem imprudência ou imperícia. Ele vai responder judicialmente, mas acredito que o inquérito vai ser arquivado por não ter havido uma conduta criminosa”, explicou.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser enviada ao local, mas o homem morreu no local do acidente. O motorisya e o cobrador do ônibus envolvido no acidente foram encaminhados para a 1ª Delegacia (Barris), onde são ouvidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here