Em 2004, o físico e escritor Chris Anderson desenvolveu o conceito da Cauda Longa. O princípio aponta que, quanto mais segmentado um produto for, menos público ele terá, mas em compensação, esse público será mais apaixonado e disposto a consumi-lo.

Hoje em dia, o uso da Cauda Longa como estratégia de marketing é uma realidade, e são muitos negócios que desenvolvem seus próprios nichos. Entre eles, estão os influenciadores digitais, que populam a internet com variados temas, atraindo núcleos específicos e aumentando a pluralidade das redes.

Priscyla Caldas, especialista em Marketing Digital, trabalha há 15 anos com o mercado de comunicação e negócios e fala sobre a importância dos influencers para a expansão de diferentes temas. “Diferentes influencers me ajudaram em diferentes momentos de minha vida, em assuntos ligados à moda, alimentação, cabelo, entre outros”.

E realmente, a existência dos influencers, que produzem conteúdo sobre algo específico, são úteis para difundir conhecimento sobre áreas que interessem à diversas pessoas. Se há 10 anos atrás, tínhamos veículos com editorias específicas, e alguns blogs espalhados na internet, hoje qualquer mínimo assunto terá conteúdo a respeito. Canais sobre filmes de terror, blogs voltados apenas para comida vegana, instagrams unicamente sobre esportes radicais. Tudo hoje é nicho e está pautado na internet, podendo ser compartilhado e experimentado.

A existência dos influenciadores acaba por ser um dos maiores atrativos da era digital, já que possibilita aos usuários escolher que tipo de conteúdo vai consumir; receber dicas e recomendações sobre seus interesses mais singulares. Sobre isso, Priscyla aponta que “A troca de experiências e conteúdo compartilhado ajuda na tomada de algumas decisões, que sem eles para filtrar, demoraria muito tempo entre pesquisas e testes”.

A função profissional dos influencers na sociedade ainda está em discussão e é um tema polêmico. Priscyla é uma das pessoas que apoia a regulamentação dos influenciadores enquanto profissão, de modo que, ao mesmo tempo, sejam criados filtros para saber que influencers são competentes e sérios com suas produções. É preciso incentivar esse mercado crescente, que tem proporcionado algo muito necessário para os usuários: variedade de opção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here