Candidato declarado à Presidência da Federação Baiana de Futebol (FBF), o advogado eleitoral Ademir Ismerim criticou na quarta-feira (28) o fato de a entidade ter marcado para o próximo dia 3 de abril as eleições que escolherão o presidente da instituição. Em nota enviada à imprensa, ele indicou que vai recorrer à Justiça contra a decisão da FBF. “Ante estes fatos, só nos resta ir bater às portas da justiça, para que ela possa, de maneira pedagógica, fazer […] uma eleição livre e democrática”. De acordo com Ismerim, a atitude demonstra que há uma “tentativa de manter os mesmos dirigentes no poder”. Atualmente, a FBF é comandada por Ednaldo Rodrigues, que ocupa a presidência desde 2001. Ainda segundo ele, a data da eleição mostra uma forma de “inviabilizar a disputa”. “Quero manifestar meu repúdio à atitude deste órgão que, na tentativa de manter os mesmos dirigentes no poder, destrói a democracia e o respeito que deveria ter por todos. […] Esse fato, por si só, é capaz de medir o desejo de se perpetuar no poder”, atacou.

 

BN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here