A preocupação com o impacto causado pelo fechamento da fábrica da Ford em Camaçari tem mantido o presidente da Câmara de Vereadores, o vereador Júnior Borges (DEM), mobilizado no sentido de cooperar o máximo possível para amenizar os efeitos na economia local e na qualidade de vida da população. Júnior Borges está decidido a manter a pauta em destaque até que as discussões apontem uma forma de amenizar a queda na arrecadação e a extinção dos milhares de postos de trabalho que a saída da Ford provocou.

Decidido a cooperar na busca por uma solução, o demista vem articulando discussões produtivas a nível municipal e estadual sobre o tema, e uma delas ocorreu na manhã desta segunda-feira (18/01), na sede da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), em Salvador, entre os vereadores e o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, o vice-governador João Leão (PP). “Esse não é momento de olhar bandeira partidária, mas sim de nos unirmos, de buscarmos alternativas, minorar os prejuízos e potencializar as chances de trazer outra empresa de grande porte para Camaçari”, destacou o presidente da Câmara.

A reunião também contou com a presença do secretário estadual de Relações Institucionais, Jonival Lucas que, assim como o vice-governador João Leão, aprovou a iniciativa do vereador e apoiou a continuidade das discussões. A próxima reunião irá ocorrer após o encontro que o secretário João Leão e o governador Rui Costa terão com o ministro da Economia, em Brasília, para tratar das demandas previamente discutidas, inclusive sobre a possibilidade de uma nova montadora ocupar a planta que era utilizada pela Ford no município. “Vamos seguir provocando essa discussão entre as esferas e colaborando para a concepção de um cenário promissor para a cidade”, concluiu Júnior Borges.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here