A oito dias do prazo limite para escolas públicas e privadas preencherem o Censo Escolar 2018, a maioria das instituições de ensino particulares de Salvador ainda não fez a declaração obrigatória. Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Educação (Smed), a partir do Educacenso, do governo federal, aponta que, das 1.621 escolas privadas soteropolitanas com cadastro no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), apenas 315 iniciaram o processo de preenchimento dos formulários, ou seja, 20% do total.
Frente à baixa adesão das escolas, a Smed faz um alerta, para que os responsáveis não percam o prazo de resposta ao Censo, que está disponível desde o dia 30 de maio até as 23h59 da próxima terça-feira (31), horário de Brasília, no Portal do Inep.
Conduzido pelo Inep, autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), o Censo Escolar é o mais importante levantamento educacional brasileiro da Educação Básica. Seus dados subsidiam as políticas públicas para o setor, além de ser obrigatório para todas as escolas públicas e privadas do país. A responsabilidade jurídica é atribuída ao gestor da unidade, conforme determina o Decreto Federal 6425/2008 e as Portarias Nº 264/2007 e 316/2007 do MEC e Inep.
 
SECOM – Secretaria de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here