O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) instaurou um inquérito civil nesta segunda-feira (11) para investigar um vazamento de óleo no duto da Petrobras em Candeias. A empresa teria espalhado três metros cúbicos de óleo pelo rio São Paulo no último sábado (9).

A prefeitura multou a Petrobras em R$ 5 milhões por conta do vazamento, que teria contaminado o rio e o manguezal, segundo técnicas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Agricultura (Sema) enviados ao local. O rio e o manguezal são utilizados por pescadores e marisqueiras da região.

O vazamento teria origem em uma linha de produção que fazia a transferência de água oleosa entre a Estação de Pedra Branca e o Parque São Paulo em Candeias (BA).

BN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here