Regiões de praia da Bahia, como Morro de São Paulo, no arquipélago de Tinharé; Praia do Forte, na Costa dos Coqueiros; Itacaré, na Costa do Cacau; e Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, receberam um número recorde de turistas no verão de 2017/2018. A média de ocupação hoteleira nesses lugares foi de 90 a 95%, segundo dados das secretarias locais de Turismo.

O superintendente da Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia – Bahiatursa, Diogo Medrado, as sua belezas naturais foram o principal motivo de atração de turistas à Bahia. “Além da imensidão, destacamos a diversidade do litoral baiano, o maior de todo o país, com mais de mil quilômetros, representados por praias paradisíacas ideais para o banho de mar; o mergulho; os passeios marítimos em lanchas e jet skis; e a prática de esportes, como surfstand up paddle, vôlei e frescobol”.

Morro de São Paulo, segundo dados da Secretaria de Turismo de Cairu, registrou uma média de 95% de ocupação hoteleira nos três principais meses da alta temporada. Itacaré, na Costa do Cacau, assim como Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, chegaram a 90% de ocupação, também conforme as secretarias de Turismo dos dois municípios.

Dados da Associação Comercial e Turística de Praia do Forte (TURISFORTE) apontamuma ocupação hoteleira de 79% no balneário da Costa dos Coqueiros, que integra o município de Mata de São João. Já a gerência de vendas do Grand Palladium Imbassaí registrou uma média de 85% de dezembro a março. A diretoria comercial do Vila Galé Marés Guarajuba, que fica em uma das mais famosas praias do município de Camaçari, também na Costa dos Coqueiros, informou que a ocupação ficou em 80, 27%.

A capital baiana, por sua vez, que integra a zona turística Salvador e Baía de Todos-os Santos, registrou 74,94% de ocupação, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), que realizou pesquisa em 22 hotéis.

 

A Tarde

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here