Treze pessoas foram presas durante uma operação da Polícia Civil do Distrito Federal (DF). O grupo, que atuava na Bahia, era investigado por roubar cargas de bebidas, leite e alho, além de caminhões e caminhonetes. Eles atuavam, geralmente, na BR-020, próximo a Correntina (a 920 quilômetros de Salvador).

Um dos suspeitos foi preso no aeroporto de Brasília. Foram cumpridos também, durante a operação “Luxo Alto” realizada nesta quinta-feira, 14, 15 mandados de busca e apreensão.

A polícia apreendeu ainda quatro armas e bloqueadores de sinal – usado para impedir que os veículos fossem rastreados.

Segundo as investigações, a quadrilha roubava a carga na Bahia e levava para o DF. As vítimas, geralmente caminhoneiros, eram deixadas sob a guarda de um dos criminosos em um lugar de matagal. Depois de algum tempo, o restante do grupo retornava para “resgatar” o comparsa.

As cargas, consideradas de alto valor, eram repassadas por um preço abaixo do mercado para comerciantes ou intermediários do DF e de Goiás, que também participavam do esquema. Quanto aos veículos roubados, o grupo adulterava a placa e chassi (identificação), além de comercializarem as peças.

Os detidos devem responder pelo crime de participação em organização criminosa, roubo circunstanciado, receptação, além de adulteração de sinal e posse ilegal de arma de fogo. Se condenados, eles podem pegar até 10 anos de prisão. As informações são do G1 nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here