Os professores municipais decidiram manter a greve que já dura 20 dias. A decisão foi tomada em uma nova Assembleia Geral na tarde desta segunda-feira (30).

No ato, os professores afirmaram que não houve diálogo entre a Prefeitura e a APLB. Nesta terça-feira, está marcado um novo ato. Os professores devem se reunir na Praça da Piedade e sair em caminhada até a OAB e em seguida à sede do Ministério Público da Bahia.

Segundo a Prefeitura, nesta segunda-feira somente 8% das escolas não funcionaram em função da greve dos professores. É o menor percentual desde o início da paralisação, no dia 11 de julho.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here