Com o objetivo de fortalecer os ritos, celebrações e festividades populares da Bahia, o Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, realiza, no período de 01 a 13 de junho, o projeto Altares de Antônio – Trezenas de Junho é tempo sagrado na minha Bahia. 

Santo Antônio é o primeiro dos santos juninos, abrindo o ciclo de festejos característicos do mês. A devoção ao “santo casamenteiro” envolve uma série de tradições que valorizam a fé, a cultura e a identidade do povo nordestino. O CCPI todos os anos realiza celebrações que marcam a ocasião, e em tempos de isolamento social, buscou alternativas para que a tradição fosse mantida.

As atividades vão incluir uma exposição virtual de fotos e vídeos de Altares que serão postados a partir desta segunda-feira (01), no Instagram @ccpicultura, comemorando a tradicional Trezena de Santo Antônio. Os seguidores da página podem participar da exposição enviando fotos dos altares de suas casas e demonstrando como praticam a sua devoção. Os responsáveis pelas fotos postadas receberão em sua casa como presente amostras dos tradicionais pãozinho e licor de Santo Antônio, e uma máscara de proteção com o tema, para a rezadeira da casa. A pessoa responsável pela foto mais curtida durante a trezena receberá uma imagem do santo.

  “A Bahia tem essa tradição muito forte, principalmente no Recôncavo e em Salvador, com as rezas de Santo Antônio de casa em casa. Devido à pandemia, não iremos realizar o culto no Centro, mas iremos realizar o Santo Antônio virtual, envolvendo diversos lugares do estado, com convidados e homenagens”, conta o diretor do CCPI, André Reis, ressaltando que mais atividades vinculadas ao projeto serão divulgadas em breve. 

Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) é responsável pela execução, proteção e promoção das políticas públicas de valorização e fortalecimento das manifestações populares e de identidade, orientadas de acordo com o pensamento contemporâneo da Unesco e do Ministério da Cultura. Seu campo de atuação contempla a cultura do sertão, de matrizes africanas, ciganas e indígenas, LGBTQI+, infância e idosos. Coordena a programação artística dos largos do Pelourinho e suas grandes festas populares.

Projeto Altares de Antônio – Trezenas de Junho é tempo sagrado na minha Bahia

 Exposição de fotografias e vídeos de Altares Trezenas de Santo Antônio

 Quando: 01 a 13/06

Onde: Instagram @ccpicultura

Participe enviando imagens através do instagram!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here