De acordo com estudo publicado pela Revista Britânica The Lancet, o estresse pós-traumático, confusão, raiva e ansiedade podem aparece como efeitos psicológicos negativos em pessoas que se submetem à quarentena. Sensações de medo e solidão são comuns em situações que se assemelham o que vivemos hoje, quando do isolamento social em consequência do Novo Coronavírus. Para chegar a tais conclusões os autores analisaram três bancos de dados produzidos por outros estudos médicos.

Os fatores que mais estressam as pessoas isoladas são: a) a incerteza sobre o tempo de duração da quarentena, b) medo de serem infectados, c) frustração, d) tédio, e) suprimentos ou informações inadequadas, f) possíveis perdas financeiras e g) o estigma da doença.

Preocupada com o sofrimento emocional e mental que pode acometer às pessoas, diante do cenário de ‘’confinamento’’ domiciliar, a Prefeitura Municipal de Pojuca, através das Secretarias de: Saúde, Desenvolvimento Social e Educação e Assessoria de Comunicação formulou o Projeto “QUER CONVERSAR?’’, que tem como objetivo suavizar os efeitos do isolamento físico através de intervenções psicológicas à distancia.

PÚBLICO-ALVO:

  • Pessoas em confinamento domiciliar decorrente da COVID-19.
  • Profissionais de Saúde que estão na linha de frente do combate à COVID-19.

METODOLOGIA:

O projeto será implementado através de uma gama de ações que visam o acolhimento e redução do sofrimento psíquico causado pelo distanciamento físico em tempos de quarentena. Seu desenvolvimento conta com profissionais psicólogos atuantes na rede pública de Pojuca que atuarão através dos seguintes meios de comunicação:

– Tele atendimento

            Linhas telefônicas disponibilizadas entre as 8h e 16h, de segunda a sexta-feira, para conversa com psicólogos que atuam na rede municipal de saúde. A demanda poderá ser espontânea ou por agendamento.

Live (transmissão de vídeo ao vivo) através das redes sociais oficiais da prefeitura

Uma vez por semana, acontecendo sempre às 15h, profissionais da Psicologia conversarão com a população sobre temas pertinentes para o momento. A proposta é abrir mais um canal de interlocução com a população que poderá esclarecer dúvidas, fazer comentários e questionamentos no âmbito psicológico. As perguntas podem ser encaminhadas com antecedência para os meios de comunicação oficiais da Prefeitura de Pojuca, mas manifestações ao vivo também serão bem-vindas. A identificação é opcional.

– Grupos de Conversas on-line

            Através de plataformas digitais gratuitas, a exemplo de whatsapp, zoom, entre outros, conversas temáticas serão mediadas pelos profissionais, preferencialmente em grupo, de forma a favorecer a aproximação das ideias e sensações, quando do afastamento físico.

Vídeos

Para quem não tem disponibilidade para o bate-papo, vídeos explicativos abordarão os temas de maior interesse, de modo que possam informar e esclarecer à população sobre efeitos negativos do isolamento físico sobre a saúde emocional e estratégias para minimizá-los.

– Card nas redes sociais

            Serão produzidos cards com orientações, dicas, explicações sobre problemas que afligem a saúde mental e emocional.

Site

            Publicação de arquivos em PDF e outras extensões com artigos científicos e jornalísticos para quem desejar maior aprofundamento nos temas discutidos.

Rádio

            Presença de profissionais da Psicologia em entrevistas na rádio para esclarecimentos, dicas e orientações sobre a saúde mental e emocional em tempos de quarentena. A frequência será quinzenal, inicialmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here