A vaga nas quartas de final da Copa do Nordeste foi confirmada, com direito a liderança e tudo. Nesta terça-feira (27), o Vitória venceu o Globo por 3×1, no Barradão, e terminou a primeira fase do torneio regional na ponta do Grupo B, já que o ABC venceu o Ferroviário também por 3×1 e não conseguiu ultrapassar o Leão nos gols marcados. O rubro-negro enfrentará algum dos segundos colocados dos grupos, definido em sorteio.

Avançar era quase certo, mas tinha uma liderança em jogo. E, com ela, a vantagem de enfrentar algum dos segundos colocados dos grupos e decidir em casa.

O Globo sabia que vencer o Vitória, em pleno Barradão, por quatro gols de diferença era quase impossível, mas era isso ou a eliminação. O time potiguar chegou a abrir o placar com Romarinho, aos 10 minutos, após Caíque tentar uma defesa e espalmar para frente, mas o sonho durou pouco e foi quebrado por uma parceria internacional.

Se à tarde os rubro-negros curtiram uma disputa acirrada entre Brasil e Alemanha, de noite, no Barradão, eles viram uma linda parceria entre esses dois países. O gringo da Toca, Alexander Baumjohann, rolou a bola para Denilson com categoria e o atacante, aos 18, mandou um chute no cantinho e deixou tudo igual no placar.

A experiência do veterano Vitória, que completará 119 anos em maio, pesou contra os apenas cinco anos do time potiguar. Apesar da ousadia e da capacidade de sonhar, típicos de uma criança, o Globo mostrava que ainda precisava de mais técnica.

O empate era ruim para todo mundo. Nem o Globo se classificava, nem o Vitória seguia com a liderança.

O problema tinha tudo para ser resolvido logo no começo do segundo tempo, mas Yago conseguiu entrar para a galeria dos gols perdidos mais impressionantes do Barradão. Garçom de primeira, Baumjohann tocou para o meia que, de cara para o gol vazio, chutou para fora.

O meia se redimiu. Aos 34, Denilson foi derrubado na área e Yago pegou a bola para cobrar. Com categoria, esperou o goleiro cair, mandou um toquinho no canto e deu a virada ao Leão.

Três minutos depois, saiu o terceiro gol rubro-negro, novamente com Yago. Denilson chutou forte e Rafael fez a defesa. No rebote, o meia não desperdiçou e fechou o caixão: 3×1.

Agora é necessário dar uma pausa no Nordestão e focar apenas no Campeonato Baiano. Domingo (1º) acontece o primeiro clássico Ba-Vi da final, às 16h, na Fonte Nova. O jogo de volta será no dia 8 de abril, no Barradão. O rubro-negro tem vantagem e joga por dois empates ou dois resultados iguais. Ou seja, o time pode até perder um dos jogos, desde que vença pela mesma diferença de gols pelo qual foi derrotado no outro duelo.

Fonte: Correio24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here