Live Tour Salvador_Foto_Jefferson Peixoto_Secom_Pms

A capital baiana ganhou um importante programa revelando um pouco das belezas naturais, da riqueza cultural, histórica e gastronômica da cidade. A primeira transmissão do projeto Live Tour Salvador foi feita pelo jornalista José Raimundo e exibida ao vivo na manhã deste domingo (13) a partir da Praça Municipal. O vídeo, com duração média de 30 minutos, está disponível para acesso no canal Visit Salvador da Bahia no YouTube, Facebook e Instagram.

Durante a apresentação de abertura, que teve um acesso de cerca de duas mil pessoas, o jornalista José Raimundo falou um pouco sobre a iniciativa desenvolvida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav). O bate-papo teve a participação de Louti Bahia, urbanista e publicitário responsável pelo perfil das redes sociais Amo a História de Salvador.

Bahia contou diversas curiosidades sobre a capital, incluindo um pouco da história da sede do governo-geral do país, situada na Praça Municipal, a construção das muralhas da cidade e suas ruínas ainda presentes, o surgimento do Forte São Marcelo e um pouco da história da alfândega e do porto da cidade, que até o século XIX foi o maior porto da América do Sul. O público também teve a oportunidade de interagir ao vivo com perguntas direcionadas aos participantes.

“Eu me sinto muito honrado em apresentar essas lives. Eu, que sempre passei a vida inteira fazendo reportagens pelo Brasil, agora estou tendo a oportunidade de aprender, interagir e perceber a reação das pessoas de uma forma descontraída. Eu não tenho dúvidas de que esse é um projeto que vai revolucionar e vai ser copiado por muitas outras cidades”, contou José Raimundo.

Para o secretário da Secult, Fábio Mota, a experiência inovadora do Live Tour Salvador vai fortalecer o turismo interno na cidade. “Essa é uma ideia nossa. Nós estamos vivendo um momento muito complicado agora com relação à pandemia. As viagens estão caracterizadas por viagens curtas e internas, por isso queremos, com a promoção da cidade através das lives, convidar o soteropolitano, o baiano, o nordestino e o brasileiro neste momento em que não é possível viajar para fora do país para conhecer a nossa beleza, a nossa gastronomia, a nossa cultura, a nossa primeira capital do país”.

“Essa ação da Prefeitura é muito boa e vai dar muita visibilidade ao destino Salvador. Também acho interessante porque envolveu as agências de receptivo, dando espaço ao trabalho realizado por elas. É uma iniciativa como nunca foi feito antes na cidade”, declarou a presidente da Abav-Bahia, Ângela Carvalho.

Avaliação – O urbanista Louti Bahia ressaltou alguns dos motivos pelos quais o turista interno não deve deixar de vivenciar a cidade. “Quem vem a Salvador conhece o começo da história. É claro que temos Porto Seguro, mas o Brasil começa a se desenhar do ponto de vista político e urbano a partir de 1549, com o governo geral. Foi a partir desse momento que o Brasil realmente ganhou a cara de Brasil e quando a história embalou de fato. Então, Salvador é um ponto essencial para compreender todo o processo da história do país”, relatou.

Para o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (Fehba), Sílvio Pessoa, o projeto é muito louvável por mostrar a história, gastronomia, cultura e belezas naturais. “Nós conhecemos, mas precisamos mostrar para quem não conhece ou relembrar o visitante para vir a Salvador”.

Presente na Praça Municipal, a paulista e administradora Mariana Fogo, de 26 anos, elogiou a iniciativa. “Eu acho importante, pois quando eu vim para cá eu pesquisei na internet os pontos turísticos. Então, uma iniciativa como essa das lives vai ser muito boa para o turista, principalmente agora que estamos na pandemia e que as pessoas estão tentando reconquistar a segurança para viajar. Com as lives, todos podem ter acesso aos atrativos locais e podem saber como está a dinâmica de visitação da cidade. Eu vim a trabalho, mas aproveitei para conhecer os pontos turísticos, pois sei que aqui há uma cultura muito rica.”

Conteúdo – Os programas vão contar sempre com um guia turístico, cadastrado no Ministério do Turismo (MTur), um historiador e um apresentador mostrando atrações e opções de roteiros sugeridos por agências de receptivo filiadas à Abav e contam com a curadoria da Secult. Ao todo, a programação terá 11 lives com o pouco da história, curiosidades de alguns dos lugares mais marcantes da cidade, roteiros e atrações turísticas. As apresentações ocorrerão sempre às 16h das terças e sextas-feiras e a próxima será realizada dia 15, tendo como cenário o bairro de Itapuã.

 O público que acompanhar a programação vai poder vivenciar as experiências da capital soteropolitana durante uma hora, com passeios e atrações turísticas da cidade, contemplando os segmentos de sol e praia, história e cultura, gastronomia e esportes náuticos.  Todas as lives ficarão disponíveis no Instagram e YouTube do Visit Salvador da Bahia para quem não puder acompanhar no momento da exibição.

Além disso, o portal salvadordabahia.com está dando apoio ao projeto, através de uma plataforma que terá hotsites das agências de receptivo participantes. Dessa forma, o internauta que estiver assistindo poderá obter mais informações sobre as experiências e roteiros turísticos apresentados e entrar em contato com a agência de receptivo para adquirir sua viagem para a cidade.

Principal destino – A capital baiana foi o destino mais vendido nacionalmente em 2020, seguido de Maceió e Natal (2º) e Rio de Janeiro e São Paulo (3º), segundo a divulgação do anuário da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa). Somente o Nordeste recebeu cerca de 2 milhões de turistas através das operadoras da Braztoa, representando 70% das vendas nacionais.

Algumas das iniciativas que impulsionaram a escolha de Salvador como destino para o turismo interno mesmo após a pandemia foram a promoção por meio de campanhas digitais em formato de webséries, que conquistaram milhões de visualizações e a criação do Selo Verificado e certificação do Safe Travel, que atestam o cumprimento dos cuidados sanitários para evitar a disseminação da Covid-19 pelos estabelecimentos.

Os protocolos do Selo Verificado foram desenvolvidos com base em referências nacionais e internacionais e de forma articulada com representantes de segmentos do turismo. Diferentemente de outros selos existentes, em que os interessados se autodeclaram atender aos protocolos estabelecidos, em Salvador, o Selo Verificado é concedido após a avaliação da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), autorizada pelo Inmetro, o que lhe confere credibilidade tanto a nível nacional como internacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here