Em dia inspirado, argentino garantiu a classificação do time espanhol na Champions

Se o argentino Lionel Messi precisou de nove partidas para marcar o seu primeiro gol sobre o Chelsea, a porteira se abriu de vez contra o time inglês. Na tarde desta quarta (14), o camisa 10 do Barcelona balançou as redes mais duas vezes e deu uma assistência para o gol de Dembélé no triunfo por 3×0 que colocou o Barça nas quartas de final da Liga dos Campões da Europa. Messi chegou a 100 gols na Champions, ficando atrás apenas de Cristiano Ronaldo na artilharia histórica (117 anotados) do torneio.

Diferente do jogo de ida, quando Messi marcou apenas 29 minutos do segundo tempo e garantiu o empate em Londres, dessa vez o argentino precisou de apenas dois minutos em campo para tirar o zero do placar, após boa jogada de Dembélé. Aos 19 minutos foi a vez de Messi retribuir o presente e em linda jogada deixar o francês livre para marcar o segundo.

Com o domínio do jogo, o Barcelona poucoi se viu ameaçado pelo Chelsea, mesmo com as tentativas de Willian em diminuir o placar em chutes de fora da área. O problema para os ingleses é que o dia era mesmo de Messi e o golpe final veio aos 17 minutos da segunda etapa. Depois da sobra na equerda, o argentino ganhou de Moses em velocidade e chutou cruzado, entre as pernas do goleiro Coutois, que só pôde lamentar a eliminação.

Turquia
Na Turquia o Besiktas do baiano Anderson Talisca voltou a perder para o Bayern de Munique e deu adeus ao torneio. Com Talisca entrando apenas no segundo tempo, os turcos viram Thiago Alcântara e Sandro Wagner marcarem para os alemães que ainda tiveram a colaboração de Gönül, que marcou contra. O Besiktas ainda diminuiu com o brasileiro Vagner Love, mas não conseguiu evitar a derrota por 3×1 e a eliminação.

Os confrontos das quartas de final da Liga dos Campões será definido através de sorteio na próxima sexta-feira (16).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here